A madrugada de confrontos, junto à sede do PP, em Madrid, acabou com 12 pessoas feridas e duas outras detidas. De acordo com a EFE, um dos detidos foi libertado às primeiras horas da madrugada. Ambos são acusados de agressões a agentes da autoridade, desobediência e resistência, bem como desordem pública.

Mais de duas mil pessoas juntaram-se, na quinta-feira à noite, junto à sede do PP, na Rua de Génova, em Madrid, para um protesto contra a corrupção. O protesto, convocado por diferentes plataformas do movimento 15-M, degenerou em fortes confrontos com a polícia.

As autoridades carregaram sobre um grupo de manifestantes que se dirigia para a Puerta del Sol, onde tinha intenção de continuar o protesto.