A Grécia deve sair temporariamente do Espaço Schengen se não melhorar o controlo das fronteiras externas da Europa, defendeu este sábado a ministra do Interior da Áustria, Johanna Mikl-Leitner em entrevista ao jornal alemão Die Welt.

"Se o Governo de Atenas não fizer mais, finalmente, para assegurar as fronteiras externas [da União Europeia], então tem que se discutir abertamente a exclusão temporária da Grécia do Espaço Schengen", disse a ministra.


As declarações de Johanna Mikl-Leitner surgem no final de uma semana marcada pela reação à divulgação de um relatório que sugeria que esta medida poderia incentivar as autoridades gregas a proteger mais eficazmente as suas fronteiras.

Já esta sexta-feira as autoridades gregas revelaram que a Macedónia encerrou a fronteira com a Grécia, para impedir a passagem de refugiados. 

A Grécia segue a braços com um problema que chega por terra e mar. Dois naufrágios, ocorridos esta sexta-feira, na costa grega, fizeram, pelo menos, 42 mortos, até ao momento, de segundo o último balanço da guarda costeira, noticiado pela Reuters.