Jarred Ashley Workman, de 27 anos, conheceu uma adolescente de 14 anos pelas redes sociais e encontrou-se com a menor perto da casa dela. Esta convidou-o, no dia 27 de abril, a ficar no seu quarto, na casa onde reside com os pais. Esteve cinco dias escondido no armário e todas as noites abusou da adolescente. Acabou por ser detido pelas autoridades, na passada segunda-feira, escreve o «Huffington Post».

O caso aconteceu no Condado de Iredell no Estado norte-americano da Carolina do Norte. Jarred Ashley Workman foi detido pela polícia e acusado de 11 crimes de violação e cinco crimes de abuso sexual.

O detido foi encontrado pela mãe da menor no passado dia 2 de maio. Assustado por ter sido encontrado fugiu. A polícia foi chamada e usou cães para procurarem o suspeito, sem sucesso. No entanto, durante a fuga, este deixou cair o telemóvel e a carteira, encontrados pelos cães, e acabou por ser localizado. Mas a própria vítima sabia o nome do seu abusador.

No passado, o seu cadastro já contava com algumas acusações como, por exemplo, «condução perigosa, violação de liberdade condicional ou fuga às autoridades».

«A internet destruiu-lhe a vida», afirmou à estação de televisão WTVR a mãe da adolescente. «Ele aproveitou-se dela. Agora sinto-me desconfortável na minha própria casa. Tenho medo, Não consigo dormir», desabafou.