Mais de 200 centros educativos da Coreia do Sul decidiram suspender as aulas para evitar a propagação do surto da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS-CoV), anunciou esta quarta-feira o Ministério da Educação sul-coreano.

No total, 209 creches e escolas encerraram temporariamente face ao alarme causado pelo novo vírus, número que representa cerca de 1% dos 20.000 centros educativos do país, disse hoje, em conferência de imprensa, o ministro da Educação, Hwang Woo-yea.

Além disso, as autoridades sul-coreanas informaram terem ocorrido cinco novos casos de MERS, elevando o total de pessoas infetadas no país para 30, das quais duas morreram.