Pelo menos duas pessoas morreram e três ficaram feridas, na sequência de um incêndio que destruiu parcialmente um hotel de cinco estrelas, situado nas margens do lago Lomond, na Escócia. De acordo com as autoridades, o fogo obrigou à retirada de 200 hóspedes do Cameron House Hotel.

O fogo deflagrou pelas 07:00, quando muitos hóspedes ainda dormiam. Uma pessoa foi declarada cadáver no local e outra acabou por morrer já no hospital. Pelo menos dois adultos e uma criança, todos da mesma família, foram conduzidos ao hospital para receber tratamento hospitalar. Várias pessoas foram assistidas no local por inalação de fumo.

O combate às chamas foi difícil e os bombeiros tiveram de usar uma plataforma elevatória para atacar o fogo a partir do telhado. O edifício, datado do século XVIII, ficou seriamente danificado. As autoridades escocesas falam em “danos extensos”. As causas do fogo não foram ainda adiantadas.

A primeira ministra escocesa, Nicola Sturgeon, reagiu no Twitter: "são notícias absolutamente terríveis. O meu coração está com os familiares daqueles que morreram e com todos os que foram afetados”. A governante agradeceu também aos bombeiros e serviços de emergência pela rapidez eficiência na resposta.