O condutor da retroescavadora envolvida no acidente com um minibus perto de Badajoz que matou cinco rapazes de uma equipa de futebol juvenil ficou em prisão preventiva, sem direito a fiança. O homem foi detido depois de as análises ao sangue na sequência do acidente terem dado positivo para cocaína e cannabis.

A acusação envolve cinco crimes de homicídio por imprudência, outro de lesões graves e outro contra a segurança na estrada, segundo avança a agência Efe, citando fontes judiciais.

O acidente aconteceu ao início da noite de quinta-feira numa estrada secundária em Castuera e vitimou rapazes entre os 12 e os 15 anos. Há ainda trezes feridos, entre eles mais dez jovens da equipa do Monterrubio de la Serena, uma pequena localidade ainda em choque com o que se passou.

Na sequência do sucedido a região da Extremadura decretou três dias de luto e os partidos regionais suspenderam a campanha para as europeias.

A forma como ocorreu o acidente ainda não é clara, mas a polícia acredita que o condutor da retroescavadora não terá respeitado um sinal de Stop e fez uma mudança rápida de direção.