Notícia atualizada às 19:25

As autoridades francesas retiraram, esta quinta-feira ao fim da tarde, o alerta relacionado com a suspeita de um caso de ébola numa localidade perto de Paris. As instalações da Direction Départementale des Affaires Sanitaires et Sociales (DASS - em português, Direção do Departamento de Saúde e Assuntos Sociais), na localidade de Cergy-Pontoise, tinham sido encerradas e 60 pessoas isoladas no interior, depois de um médico presente no local ter notado sintomas preocupantes da doença em quatro pessoas que tinham regressado da Guiné, noticiou a RTL.

O autarca de Val-d'Oise diz agora que a situação voltou à normalidade. «A suspeita foi levantada, as pessoas saíram», disse Jean-Luc Nevache à AFP, cerca das 19:30 (18:30 em Portugal). O edifício da DASS tinha sido encerrado pouco antes das 18:00 (17:00 em Portugal) «para efeitos de controlo», explicou Jean-Luc Nevache.

«Além da pessoa que se sentiu indisposta, há uma segunda pessoa com sintomas de gripe», disse ainda o autarca, evocando uma simples medida de «precaução».

«Apenas podemos dizer-lhes que há dois casos suspeitos, mas nada está ainda confirmado», afirmou ainda o autarca à AFP, enquanto o Ministério francês da Saúde referiu não ter nenhuma confirmação.

Ébola: agravou-se estado de saúde da auxiliar espanhola