A polícia de Gaza informou, esta quarta-feira, que 55 crianças ingeriram comida envenenada numa escola da ONU. Sete das crianças estão em estado crítico, noticia a Associated Press.

Islam Shahwan, porta-voz da polícia de Gaza, revelou que os alimentos estavam fora de prazo. Ainda não se sabe se a comida foi comprada em supermercados locais ou se foi fornecida pela ONU.

Shahwan afirma que a polícia continua as investigações no sentido de apurar a origem dos alimentos, no entanto, não há qualquer indicio de que o incidente esteja relacionado com encerramento das passagens para Gaza por parte de Israel.

A Agência de Emergência das Nações Unidas, organização responsável pela escola, ainda não fez qualquer comentário.