«A hegemonia é uma ilusão (…) Não haverá retorno a isso», assegurou Caid Essebsi, antigo quadro dos regimes autoritários de Habib Bourguiba e Zine El Abidine Ben Ali, excluindo um regresso a velhos métodos.