O candidato ecologista Alexander Van der Bellen venceu a segunda volta das eleições presidenciais na Áustria, admitiu esta segunda-feira o candidato derrotado, Norbert Hofer, da extrema-direita, após a contagem dos votos por correspondência.

“Caros amigos. Obrigado pelo vosso apoio. Naturalmente estou triste hoje. (...) A campanha não foi perdida, é um investimento para o futuro", escreveu Hofer na sua conta na rede social Facebook.

Ainda não são conhecidos os resultados oficiais, mas segundo a BBC a diferença de votos é muito escassa.

No final do dia de ontem, Hofer estava à frente no número de votos e tudo indicava que o candidato se tornaria o primeiro chefe de Estado de extrema-direita da Europa.

Os números oficiais de ontem davam 51.9% dos votos para Hofer e 48.1% para Van der Bellen. Porém, faltavam cerca de 750.000 votos, e a reviravolta acabou por acontecer, dando a vitória ao candidato que fez uma campanha pró-Europa.