Pelo menos 16 pessoas morreram e três ficaram feridas nesta sexta-feira, num ataque com cocktails molotov numa discoteca/restaurante no Cairo, Egito, de acordo com o último balanço das autoridades. O ataque ocorreu no bairro de Aguza, no oeste da cidade.
 
As vítimas mortais morreram carbonizadas ou devido à inalação de fumo, de acordo, ainda, com as autoridades locais.
 
A discoteca, onde também funcionava um restaurante, situava-se numa cave, não existindo saídas de emergência, segundo a mesma fonte.

Segundo as autoridades egípcias, citadas pela agência estatal MENA, o ataque foi perpetrado por dois jovens a quem foi recusada a entrada na discoteca. Estes homens, que estão já a ser procurados pela polícia, terão atirado  cocktails molotov de uma mota, fugindo de seguida.

O Egito tem assistido a vários tiroteios e explosões, sobretudo contra as forças de segurança, desde que o exército, liderado por Abdel Fattah al-Sisi, derrubou o governo de Mohamed Morsi, em 2013.