O exército egípcio reforçou a sua presença no centro do Cairo, sobretudo nas imediações da Praça Tahir e nas pontes sobre o Nilo, horas antes das manifestações convocadas para esta sexta-feira pelos islamitas.

De acordo com a agência de notícias Efe, todas as ruas que dão acesso à Praça Tahir foram cortadas hoje de manhã pelos militares, que enviaram para a zona vários carros blindados e reforços policiais.

Os apoiantes do Presidente deposto Mohammed Morsi convocaram para hoje uma jornada «de raiva», após a sangrenta repressão de que foram alvo, na quarta-feira, por parte das forças de segurança, anunciou um porta-voz da Irmandade Muçulmana.