O choque entre vagões de um comboio de passageiros e outro de mercadorias na província de Al-Buhaira, no delta do rio Nilo, ao início da tarde desta quarta-feira, causou pelo menos dez mortos e 15 feridos, segundo informação oficial das autoridades locais e do ministro egípcio da Saúde.

O acidente, de causas ainda não esclarecidas pode, contudo, ter causado mais vítmas. Relatos de quem está no local, perto da estação de Kom Hamada, dão conta da existência de 16 mortos e duas dezenas de feridos.

Meios de comunicação egípcios, com base em testemunhos de quem presenciou o acidente, referem que dois vagões de passageiros ter-se-ão desligado da restante composição, indo bater no comboio de passageiros.

De acordo com o ministério da Saúde, 30 ambulâncias foram enviadas para o local.

 

 

O acidente ferroviário desta quarta-feira na província de Al-Buhaira ocorre meses após um outro, em agosto, que causou a morte de 41 pessoas em Alexandria. Até ver, este foi o mais mortífero desde novembro de 2013, quando 27 pessoas morreram no sul do Cairo.