Um rapaz de 16 anos foi detido na terça-feira pela polícia britânica por suspeita de ter cometido dois homicídios.

Nahid Almanea, uma estudante saudita da Universidade de Essex, foi esfaqueada mortalmente em junho do ano passado. Também o cadaver de James Attfield, de 33 anos, foi encontrado em março de 2014 ainda com vida, num parque, com 102 marcas de facadas, mas não resistiu aos ferimentos.

A polícia adianta que relacionou as mortes através das semelhanças no modus operandi, uma possibilidade levantada logo na altura pelas autoridades, que presumiram que o homicida vigiava as vítimas, já que a jovem saudita costumava ir sempre para as aulas acompanhada do irmão e nesse dia foi sozinha, como reporta a Sky.