O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou este sábado que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, lhe disse que não interferiu nas eleições presidenciais norte-americanas, durante uma conversa entre os dois chefes de Estado em Danang, no Vietname.

“Ele disse-me que não tinha tido absolutamente nenhuma interferência nas nossas eleições”, disse, aos jornalistas, a bordo do Air Force One, durante a viagem entre Danang e Hanói.

Donald Trump e Vladimir Putin falaram este sábado à margem do Fórum de Cooperação Económica da Ásia-Pacífico (APEC), que está a decorrer no Vietname.

Ambos acordaram em derrotar o Estado Islâmico e destacaram que não há “nenhuma solução militar” para a guerra da Síria, adiantou o Kremlin.

"Os presidentes concordam que o conflito na Síria não tem solução militar" e confirmaram a sua "determinação de derrotar o Estado Islâmico", de acordo com o site do Kremlin, que cita uma declaração conjunta entre os dois chefes de Estado.

Os governantes assinaram uma declaração na qual expressaram a “sua satisfação e esforços para evitar incidentes perigosos entre militares russos e norte-americanos, que permitiram aumentar as baixas no EI nos campos de batalha nos últimos meses”.