O FBI informou, ainda na sexta-feira, que deteve um antigo funcionário da Comissão Reguladora Nuclear dos Estados Unidos (NRC) por ter alegadamente tentado extrair informação sensível em matéria nuclear do departamento de Energia para a vender a países terceiros.

Trata-se de Charles Harvey Eccleston, de 62 anos. O homem foi detido nas Filipinas, onde vivia desde 2011 e extraditado para os Estados Unidos, para ser julgado.

O antigo funcionário da NRC enfrenta quatro acusações, incluindo fraude eletrónica, segundo a Lusa.

Se for considerado culpado, pode ser condenado a uma pena de até 50 anos de prisão.