Segundo o «The Guardian», o condutor foi baleado, foi levado para o hospital e já estará estável. 

Não há registo de outros feridos.

Fotografias colocadas na conta de Twitter «Fener Int» mostram as marcas deixadas pelas balas no autocarro, com destaque para as deixadas no para-brisas. O vidro do lado do motorista ficou totalmente partido, e no vidro frontal eram visíveis duas marcas. 

A comitiva do Fenerbahçe, com o português Bruno Alves, seguiu depois para o aeroporto em carros blindados. 

O governador de Trabzon afirmou que o condutor teria sido atingido por uma pedra, mas o canal oficial do Fenerbahce diz que se tratou de um tiro de shotgun.