Bandeiras pintadas no corpo em topless, vários adornos e sorriso na cara: quem for a Times Square pode muito bem dar de caras com as Desnudas, um grupo de mulheres que posam para fotografias com os turistas em troca de dinheiro. 

Esta é a nova atração turística de Nova Iorque, na praça icónica da cidade. Estas mulheres aproveitam ainda para reivindicar alguns valores, como a igualdade, na original forma de expressão artística que encontraram para o fazer. E ainda ganham dinheiro com isso.

O presidente da câmara municipal Bill de Blasio, já se manifestou publicamente contra esta atividade, que considera ilegal. E prometeu enfrentar a prática, de uma "maneira muito agressiva". 

No entanto, andar de topless é legal na cidade, pelo que não é ainda claro o que a câmara vai e poderá mesmo fazer para travar as Desnudas

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, também já defendeu que essa forma de manifestação artística lembra-lhe os "maus tempos de Times Square" e deve ser interrompida, sendo até concorrência desleal para com outras empresas legítimas.

Para além disso, insistiu, pode minar os esforços e investimento que estão a ser feitos para tornar a praça paragem obrigatória e cada vez mais em sintonia com os turistas.