As autoridades do México informaram, esta segunda-feira, estar a investigar o alegado envolvimento de polícias no desaparecimento de 57 estudantes depois de incidentes mortais no sul do país.

Inaky Blanco Cabrera, procurador-geral do estado de Guerrero, disse que o exército e a polícia estatal têm realizado operações de busca pelos estudantes – em terra e com o apoio de um helicóptero – desde que foi reportado, no domingo, o desaparecimento.

Os estudantes desapareceram na sequência de um surto de violência na cidade de Iguala, que estalou ao final do dia de sexta-feira, o qual fez seis mortos e 25 feridos em diferentes zonas do município.