A ministra venezuelana das Relações Exteriores, Delcy Rodríguez "proibiu" esta terça-feira o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luís Almagro, de se referir a assuntos da Venezuela.

"Sr. Almagro, desde esta pátria soberana, recordamos-lhe o seu lugar de simples administrador da OEA e proibimo-lo de se referir à Venezuela", escreveu a ministra na sua contra do Twitter.

 

 

A posição do executivo de Caracas tem lugar horas depois de o secretário-geral da OEA informar os jornalistas, em Santiago de Chile, que aguarda uma proposta formal do parlamento venezuelano para estudar uma possível mediação daquele organismo perante a crise política que afeta a Venezuela.