O norte-americano que se tornou o assassino mais jovem condenado, com 12 anos, foi libertado hoje da prisão, onde passou os últimos 16 anos por ter morto a namorada do pai, Sonya Nicole Speights.

Curtis Jones, agora com 29 anos, foi presente a juiz juntamente com a sua irmã de 13 anos, Catherine Jones, e ambos foram considerados culpados e enviados para um estabelecimento prisional em 1999.

De acordo com um porta-voz da instituição prisional, Curtis foi libertado hoje às 07:00 locais (12:00, hora de Portugal Continental) da prisão South Bay Correctional Facility, na Flórida.