A chanceler alemã, Ângela Merkel e o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, falaram, esta segunda-feira, sobre a situação da Crimeia. Os dois líderes discutiram a situação da Ucrânia por telefone, escreve a Reuters.

Durante a conversa, de acordo com fontes do Governo alemão, Putin terá firmou a Merkel que tinha ordenado uma retirada parcial das tropas russas junto da fronteira leste da Ucrânia. Ainda no decorrer da mesma conversa, Putin defendeu que os interesses das diferentes regiões ucranianas devem ser protegidos.

A conversa de ambos, segundo fonte do Kremlin, faz parte de um esforço internacional para «restaurar a estabilidade» na ex-república soviética.