Um adolescente lusodescendente, de 14 anos, foi encontrado morto num campo desportivo em Marapa Piache, no Estado venezuelano de Vargas, a norte de Caracas.

De acordo com o Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas, citado pela Lusa, um segurança de uma construção próxima avistou o cadáver do adolescente e avisou a polícia que encontrou sinais de ter sido baleado três vezes na cara.

Fontes da comunidade portuguesa de Vargas explicaram telefonicamente à Agência Lusa que a vítima não tinha residência fixa na zona. O adolescente era conhecido pela alcunha de «El portuguesito», mendigava e eram os comerciantes que davam alguma ajuda.

A imprensa venezuelana dá conta de que este é o terceiro assassinato de uma criança em Vargas, desde 1 de setembro.