Uma criança de cinco anos encontrou uma arma e disparou sobre a cabeça do irmão de apenas nove meses, que não resistiu aos ferimentos.

A mãe ligou para a linha de emergência a dizer que um o filho mais velho tinha alvejado o irmão com uma arma de paintball, mas de acordo com a CNN não era uma arma de tinta mas um revólver Magnum de calibre .22.

Este caso, que tudo indica ter sido um acidente, ocorreu em Elmo,  no estado norte-americano do Missouri.

«Nesta altura não se suspeita de algo premeditado, parece que o tiroteio foi acidental», afirmou o chefe da polícia local, Darren White, citado pela CNN.


De acordo com a mesma fonte, o bebé estava a brincar em casa no parque quando o irmão encontrou a arma ao pé da cama.

Quando as equipas de emergência chegaram ao local, encontraram o menino de nove meses com um tiro na cabeça e transportaram-na de imediato para o Hospital Infantil no Kansas, onde foi declarado morto, avança a afiliada da CNN KCTV.

Segundo as autoridades, o revólver pertence a um parente, que não a mãe, e a polícia está a investigar o proprietário.

O agente da polícia, White, conta ainda que o porte de armas tem vindo a aumentar naquela comunidade rural.

«Somos grandes apoiantes de armas de fogo aqui», «temos muitas pessoas que possuem armas. Caçam…», «A maioria das pessoas está segura com elas, mas este é um daqueles casos em que tudo correu mal», afirmou em declarações à KETV.

Apesar de se presumir ter sido um acidente, as autoridades ainda não determinaram se algum adulto seria acusado.  Enquanto a mãe, reporta a KETV, se encontra em casa de familiares, um dos vizinhos defendeu que a situação podia ter sido facilmente prevenida.