Uma criança de 12 anos da Florida, Estados Unidos, morreu devido a um parasita que se alojou no cérebro, de acordo com a página do Facebook criada pela família.

Zachary Reyna, que morreu na tarde de sábado, contraiu o vírus «Naegleria fowleri» enquanto praticava desportos náuticos com amigos em águas infetadas.

O parasita entrou pelo nariz e alojou-se no cérebro. Contudo, não há perigo aquando da ingestão de água contaminada.

Entre 2001 e 2010, foram registados 32 casos de infeção por «Naegleria fowleri nos Estados Unidos, referiu a CNN.

«Esta é uma das infeções mais graves que conhecemos», afirmou o médico Dirk Haselow do Departamento de Saúde de Arkansas. «99 por cento dos que a contraem acabam por morrer», acrescentou a mesma fonte à estação norte-americana.

O «Naegleria fowleri» desenvolve-se em águas quentes durante primaveras de muito calor e os sintomas aparecem sete dias após a infeção. Dor de cabeça, febre, náuseas, vómitos e torcicolo estão entre os efeitos.

Cerca de uma hora depois do anúncio da morte de Zachary, uma publicação da família indicava que um ventilador estava ligado ao jovem para manter os órgãos saudáveis e poderem ser doados. «Embora Zac tenha partido, vai continuar a salvar muitas vidas», dizia a nova mensagem.