Uma criança indígena, que aparenta ter três anos, foi encontrada amarrada a uma estrutura de ferro, semelhante a uma barraca, numa praça da cidade de Teixeira de Freitas, no Brasil, de acordo com «O Globo».

Foram os moradores da região que encontraram o menino e que de imediato chamaram as autoridades.

«Ele estava amarrado pelo pé e foi ajudado por um policia e por uma repórter que estava com ele ao colo», contou ao «Globo» a assistente social que acompanhou o caso.

Entretanto, a mãe do menino foi encontrada num campo de futebol, completamente embriagada.

Segundo a assistente social, a mulher e a criança fazem parte de um grupo de cerca de 50 indígenas da localidade de Machacalis, próximo do estado de Minas Gerais, que costumam vaguear pela região, alcoolizados e a pedir esmolas.

Não se sabe a razão que leva os indígenas a sair da sua localidade rumo a Teixeira de Freitas mas, de acordo com a assistência social, este tipo de casos costuma acontecer frequentemente sem que haja qualquer intervenção das entidades responsáveis.