O regime da Coreia do Norte assegurou esta sexta-feira ter capturado e submetido a interrogatório um agente secreto sul-coreano que tinha como missão apoiar dissidentes no país comunista, enquanto Seul negou os factos.

O Ministério da Segurança de Estado da Coreia do Norte garante em comunicado que os seus agentes capturaram em Pyongyang um membro do Serviço Nacional de Informações da Coreia do Sul, submetendo-o a interrogatório.

As autoridades da Coreia do Norte acusam o alegado espião do Sul de manter contactos com «elementos desonestos» (dissidentes) norte-coreanos e colaborar com eles, segundo a confissão do detido referida no comunicado.