Tropas sul-coreanas dispararam esta quinta-feira tiros de advertência quando soldados norte-coreanos se aproximaram da fronteira após a deserção de um deles, ocorrida pouco antes, afirmou um porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

Os soldados norte-coreanos estacionados na fronteira pareciam estar a tentar localizar o militar que desertou de manhã, atravessando a parte central da zona desmilitarizada (DMZ), que divide a península, de acordo com a mesma fonte.

Um soldado norte-coreano, de “baixa patente”, apareceu em frente a um posto de guarda de fronteira sul-coreano por volta das 08:04 (23:04 em Lisboa) sob nevoeiro cerrado, indicou o Estado-Maior Conjunto sul-coreano, num comunicado citado pela agência de notícias Yonhap.

Cerca de trinta mil soldados da Coreia do Norte desertaram para a Coreia do Sul desde o final da guerra, mas a maior parte usou rotas de fuga através da China.