A Coreia do Sul condenou, esta quinta-feira, a série de lançamento de mísseis por parte da Coreia do Norte, considerando-a uma «grave provocação» que ameaça a estabilidade na península.

Coreia do Norte volta a lançar mísseis para mar do Japão

O ministério da Defesa sul-coreano manifestou especial preocupação relativamente ao lançamento da passada quarta-feira de dois mísseis balísticos de curto alcance, que percorreram cerca de 500 quilómetros antes de caírem em águas internacionais, a partir de uma base na região de Hwanghae (oeste).

«Vemos esta recente série de lançamentos de mísseis pela Coreia do Norte como uma grave provocação relativamente à Coreia do Sul e à comunidade internacional, a qual coloca em risco a estabilidade na península coreana e viola resoluções das Nações Unidas», afirmou o porta-voz do ministério, Kim Min-Seok.

O Governo japonês também afirmou que não tolera estes últimos testes da Coreia do Norte e apresentou um protesto oficial junto da embaixada daquele país em Pequim pelo lançamento dos dois mísseis para o Mar do Japão, disse um porta-voz da diplomacia nipónica à agência Kyodo.