Notícia atualizada às 16:36

O papa Francisco anunciou este domingo, durante a oração do Angelus na Praça de São Pedro, a lista de 16 novos cardeais eleitores a criar no próximo consistório, previsto para 22 de fevereiro, noticia a Agência Ecclesia.

Francisco vai também nomear cardeais três arcebispos com mais de 80 anos, que por isso não terão direito de voto num eventual conclave.

Dom Manuel Clemente não vai ser cardeal este ano, já que não figura na lista agora apresentada pelo Papa. Apesar de ser costume nomear o patriarca logo após a tomada de posse, também existe o hábito de não existirem dois cardeais eleitores da mesma diocese e Dom José Policarpo será cardeal eleitor até completar os 80 anos.

Na lista dos novos cardeais eleitores, que em caso de conclave serão chamados a escolher um novo Papa, figuram nomes de 12 países: quatro italianos, um alemão, outro britânico, seis americanos, dois africanos e dois asiáticos.

Com estas escolhas, o Vaticano quebra a tradição que aponta sobretudo para nomeações dentro da Europa. O Papa passará a ter como conselheiros cardeais de países que nunca foram representados num colégio.

A partir de 22 de fevereiro, o conclave será formado por 122 cardeais eleitores.