A polícia da Arménia prendeu dezenas de pessoas na capital, Erevan, após confrontos, na véspera, entre agentes e manifestantes, no âmbito de uma tomada de reféns numa esquadra em curso desde domingo.

Na noite de quarta-feira, manifestantes atacaram com pedras membros das forças de segurança destacados para as imediações do edifício em Erevan, onde se encontra um grupo de homens armados ligados à oposição com quatro reféns, segundo um jornalista da AFP.

Furiosos com a forma como o Governo está a gerir a tomada de reféns, os manifestantes reclamam que as autoridades resolvam a crise de forma pacífica.