Dois homens armados com explosivos e armas atacaram um colégio em Kano, na Nigéria, deixando um rasto de 13 mortos.

Os dois atiradores invadiram o estabelecimento à hora do toque forçando a entrada e começaram a atirar indiscriminadamente.

As autoridades conseguiram imobilizar os dois homens, desativar as bombas e recuperar duas metralhadoras AK-47, mas não conseguiram evitar que 13 pessoas perdessem a vida. Outras 34 ficaram feridas e foram levadas para os hospitais da cidade nigeriana.

Segundo a CNN, o ataque ainda não foi reivindicado, mas as suspeitas recaem sobre o Boko Haram, o grupo islâmico extremista, que faz das escolas constantemente alvos e que é responsável pelo rapto de mais de 200 raparigas de uma escola e que motivou uma onda de indignação internacional.