A polícia de São Petersburgo retirou uma tela que representa os presidentes russo, Vladimir Putin, e norte-americano, Barack Obama, nus e encerrou o Museu do Erotismo que a expôs na véspera da Cimeira do G20.

«Ontem (terça-feira) à noite, a polícia confiscou o quadro Confronto entre Rússia e Estados Unidos e selou o museu», declarou esta quarta-feira à AFP Alexandre Donskoi, fundador do museu.

Segundo imagens disponíveis na internet, a tela representa os dois presidentes exibindo gigantescos órgãos sexuais.