A ONG Segurança Justiça e Paz, do México, anunciou quais as cidades mais perigosas do mundo. Das 50 cidades enunciadas, 41 ficam na América Latina.

O Brasil lidera a lista de países com um número de cidades perigosas: 21. É o ranking do qual nenhuma cidade se congratula de fazer parte.

A ONG usou como critérios o número de habitantes e o número de homicídios. Para tanto, só entram nesta lista as cidades com mais de 300.000 habitantes.

1.  Caracas, Venezuela

119.87 homicídios/100.000 habitantes

Caracas, a capital venezuelana, com mais de 3,2 milhões de habitantes, ocupou o primeiro lugar, com 3.946 assassinatos em 2015”, concretiza o documento.

Caracas, Venezuela (Foto Reuters)

2.  San Pedro Sula, Honduras

111.03 homicídios/100.000 habitantes

San Pedro sula, Honduras (Foto Reuters)

3.  San Salvador, El Salvador

108.54 homicídios/100.000 habitantes

4.  Acapulco, México

104.73 homicídios/100.000 habitantes

Acapulco, México (Foto Reuters)

5.  Maturin, Venezuela

86.45 homicídios/100.000 habitantes

6.  Distrito Central, Honduras

73.51 homicídios/100.000 habitantes

7.  Valencia, Venezuela

72.31 homicídios/100.000 habitantes

8.  Palmira, Colombia

70.88 homicídios/100.000 habitantes

9.  Cidade do Cabo, Africa do Sul

65.53 homicídios/100.000 habitantes

Cidade do Cabo, África do Sul (Foto Reuters)

10. Cali, Colômbia

64.27 homicídios/100.000 habitantes

A primeira cidade norte-americana nesta lista é St. Louis, que aparece na 15ª posição, com 59.23 homicídios por 100.000 habitantes.

 

St. Louis, EUA (FOTO EPA/Lusa)

Não há nenhuma cidade europeia no top 50 das cidades mais perigosas do mundo, de acordo com a lista divulgada no Independent.