«É provavelmente um dos piores desastres que eu alguma vez vi no Pacífico. A amplitude das necessidades humanitárias vai ser enorme. (…) Comunidades inteiras foram destruídas», afirmou o diretor da Oxfam de Vanuatu, Colin Collet van Rooyen.




«O governo declarou estado de emergência para todo o país», disse o porta-voz do Gabinete Nacional de Gestão de Desastres Paulo Malatu.

«Há seis mortos confirmados em Port Vila [a capital] e 20 feridos», afirmou Paulo Malatu em declarações à agência AFP.