A polícia de Gansu, província do noroeste da China, capturou um alegado assassino em série, acusado de ter violado e assassinado onze vítimas, entre as quais uma menina de oito anos, avançou a imprensa estatal.

Gao Chengyong, de 52 anos, foi detido na sexta-feira, quando se encontrava num supermercado, na cidade de Baiyin, onde ocorreram nove dos assassinatos.

De acordo com o ministério de Segurança Pública da China, o suspeito confessou os crimes, cometidos entre 1988 e 2002, em Gansu e na região autónoma da Mongólia Interior.