Pequim emitiu, esta segunda-feira, um alerta vermelho por causa da poluição do ar. É o alerta mais grave alguma vez emitido. Nas últimas semanas, a poluição na China superou 50 vezes os níveis considerados aceitáveis para a saúde.

De acordo com a BBC, o alerta vermelho implica o encerramento de escolas na capital da China e a interrupção de trabalhos de construção ao ar livre.

As autoridades estão a prever mais de três dias seguidos com um severo nevoeiro provocado pela poluição.
 
A circulação de carros já se faz de forma alternada de matrículas de números pares e ímpares. O canal chinês de televisão CCTV noticiou este fim de semana que a visibilidade era de apenas 200 metros. 

No final do mês de novembro, as autoridades chinesas decretaram “alerta laranja”, por causa da nuvem de poluição que paira sobre a cidade. Os níveis de concentração de partículas prejudiciais à saúde na nuvem poluente têm batido recordes no último mês.