A polícia chinesa identificou um suspeito de ter provocado a explosão que causou oito mortos junto a um infantário, no leste do país, na quinta-feira, avançou hoje a imprensa estatal.

Segundo a agência noticiosa oficial Xinhua, as autoridades estão a investigar a explosão como um ato criminoso e já têm um suspeito. A agência não detalha se este foi já detido ou qual a motivação do ataque.

Uma testemunha citada pela imprensa estatal relata que a explosão foi causada por um cilindro de gás, colocado numa banca de alimentos, junto à estrada.

A polícia refere que a explosão aconteceu pelas 4:50 da tarde desta quinta-feira na província chinesa de Jiangsu.

Os jardins de infância na China têm sido alvo de vários ataques. Aparentemente, num ato de vingança contra os vizinhos e a própria sociedade.

A China mantém um controle apertado em relação ao uso de armas de fogo e a maioria dos ataques é realizada usando facas, machados ou explosivos caseiros.