Centenas de pessoas saíram às ruas na localidade chinesa de Tengchong, próximo da fronteira com a Birmânia, carregando pás e baldes para procurar jade no subsolo, levando as autoridades locais a apelar à calma.

Segundo a agência oficial chinesa Xinhua, o fenómeno foi suscitado pela descoberta de alguns exemplares daquela pedra semipreciosa, e muito apreciada na cultura chinesa, durante as obras numa estrada.

Centenas de pessoas acorreram àquela área para cavar, utilizando ferramentas ou fazendo-o com as próprias mãos, em busca de uma pedra que nos últimos anos chegou a valer 3.000 dólares por onça (28 gramas), atingindo por vezes o dobro do preço do ouro.

As autoridades locais lembram que ao trespassar zonas onde decorrem trabalhos os habitantes estão a violar normas de segurança e pedem que não acreditem em histórias de que prometem riqueza de um dia para o outro.