num vídeo póstumo, pertencer ao Estado Islâmico

«Várias pessoas correram para onde eu estava. Abri a porta, desliguei a luz e o sistema de arrefecimento. Coloquei-os lá dentro, fechei a porta e disse-lhes para permanecerem calmos», declarou.


«Ele mandou-nos subir a todos. Senão ele iria lá abaixo para matar todos os que encontrasse», contou.