O fenómeno aconteceu na última semana nas montanhas de Taiwan, na China. Um arco-íris brilhou cerca de nove horas seguidas. 

O fenómeno atraiu ao local professores e estudantes da Universidade da Cultura Chinesa, que reuniram todos os esforços para filmar o  acontecimento inédito. 

Foi incrível. Parecia um presente do céu... É tão raro!", afirmou Chou Kun-hsuan, professor do Departamento de Ciências Atmosféricas da universidade de Taipei. 

Depois de analisadas, as gravações de vídeo e as imagens mostraram que o arco-íris começou às 06:57 da manhã e se prolongou até às 15:55, o que dá um total de oito horas e 58 minutos, facto que levou a que um novo record do Guiness fosse atingido. O anterior, ocorreu em Inglaterra, em 1994, e teve uma duração de seis horas.

Quando batemos o recorde anterior, depois de terem passado as seis horas, quase não consegui ficar sentado durante o almoço. Estava tão animado. Tinha de garantir que o arco-íris estava a ser filmado", afirmou o professor. 

Segundo os especialistas, foram as nuvens, a luz solar e uma velocidade de vento relativamente baixa, que fizerem com que este fenómeno tivesse uma duração fora do normal, apesar de, segundo o professor Chou, tais condições atmosféricas serem comuns durante o inverno.