O Partido Social-Democrata alemão (SPD) anunciou este sábado que os seus militantes aprovaram em referendo interno o projeto de governo comum com os conservadores, abrindo caminho à reeleição de Angela Merkel para um terceiro mandato como chanceler.

A direção do SPD anunciou uma vitória do «sim» com quase 76% dos votos, noticia a agência AFP, acrescentando que este resultado põe fim a semanas de negociações difíceis para formar um governo de «grande coligação».

A União Democrata-Cristã (CDU) de Angela Merkel e o SPD de Sigmar Gabriel anunciaram, a 27 de novembro, um acordo para a formação de uma «grande coligação» de governo.

Do acordo fazem parte, entre outras medidas, a criação de um salário mínimo nacional de 8,5 euros/hora, a flexibilização da reforma aos 67 anos e uma reforma energética que passa pela diminuição das isenções de que as empresas gozam.