Duas mulheres nos EUA casaram-se mais de sete décadas depois de começarem a namorar. Vivian Boyack, de 91 anos, e Alice «Nonie» Dubes, de 90 anos, deram o nó numa cerimónia que se realizou no sábado em Davenport, no Estado de Iowa. Ambas participaram na celebração em cadeiras de rodas, refere o diário «Quad-City Times», que circula nas principais cidades do Iowa.

«Esta é a celebração de algo que deveria ter acontecido há muito tempo», disse a representante da igreja, Linda Hunsaker, ao pequeno grupo de amigos e familiares que presenciaram a cerimónia.

As duas mulheres conheceram-se quando ainda eram crianças em Yale, Iowa, e mudaram-se juntas para Davenport em 1947, onde Vivian Boyack trabalhou como professora e Alice Dubes foi bancária.

Alice Dubes contou aos jornalistas que as duas aproveitaram bastante a vida juntas. Ao longo dos anos visitaram os 50 Estados do país e todas as províncias do Canadá, além de viajarem duas vezes para Inglaterra. «Divertimo-nos», afirmou.

Vivian Boyack acrescentou que «é preciso muito amor e esforço para manter um relacionamento durante 72 anos».

Um dos convidados da cerimónia, Jerry Yeast, de 73 anos, é amigo do casal desde que era um adolescente e trabalhou como jardineiro na casa delas. «Conheci estas duas mulheres a minha vida toda e posso garantir-lhes que elas são especiais», afirmou.

O Estado de Iowa passou a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2009. Sobre a decisão de finalmente se unirem legalmente, as duas mulheres disseram que nunca é tarde demais para abrir um novo capítulo na vida.