A cerimónia de casamento do Príncipe Harry e da noiva, a norte-americana Meghan Markle, vai acontecer ao meio-dia em ponto do dia 19 de maio. O Palácio de Kensington divulgou, esta segunda-feira, o programa oficial do casamento.

De acordo com as informações publicadas no Twitter "o casal está extremamente grato pelos muitos bons votos de felicidades que receberam desde que anunciaram o noivado". Harry e Meghan "estão muito ansiosos pelo dia e para poderem partilhar as suas celebrações com o público".

 

Sobre os detalhes da cerimónia, a informação publicada no Twitter indica que o matrimónio será celebrado na capela de São Jorge, construída no século XV e que fica no castelo de Windsor. A cerimónia será presidida pelo deão de Windsor, o reverendo David Conner. O arcebispo de Canterbury será o responsável por declarar Harry e Meghan marido e mulher.

Uma hora depois, às 13:00, os recém-casados fazem um passeio de mais de três quilómetros numa carruagem puxada por cavalos, percorrendo a cidade de Windsor.

O percurso visa permitir que todas as pessoas possam ver os noivos e juntar-se às festividades.

"Eles esperam que este breve passeio ofereça uma oportunidade para que mais pessoas se juntem em torno de Windsor e para desfrutar a atmosfera deste dia especial", lê-se num dos tweets do Palácio de Kensington. 

Depois do passeio de carruagem, haverá receção para cerca de 300 convidados no St George’s Hall.

Nesse dia à noite, o príncipe de Gales, pai do noivo, oferece uma festa privada ao casal, para a qual foram convidados apenas amigos chegados e família.

De acordo com o porta-voz de Harry, o casamento deverá ser “um momento com diversão e alegria que refletirá as personalidades da noiva e do noivo”.

Meghan Markle, de 36 anos, e o príncipe Harry, de 33, namoram desde julho de 2016 e surgiram pela primeira vez juntos em público em setembro de 2017.

Meghan é norte-americana e divorciada, mas mereceu desde logo a aprovação da Rainha Isabel II.

Casamento em dia da final da Taça

O casamento de Harry e Meghan acontece no mesmo dia da final da Taça de Inglaterra. Um dos receios era que o casamento pudesse interferir com o jogo. O Palácio de Kensington confirmou agora que a cerimónia está marcada para o meio-dia, o que significa que que os dois eventos não vão coincidir, já que o jogo se inicia as 17:30. 

A final da Taça de Inglaterra 2017/18 não contará este ano, ao que tudo indica, com nenhum membro da família real britânica. Tradicionalmente, o troféu é entregue pela família real, até porque o Príncipe William, irmão mais velho de Harry, é o presidente honorário da federação inglesa desde 2006.

Este ano, o duque de Cambridge, que será um dos padrinhos do casamento de Harry, não poderá participar no evento desportivo. O Castelo de Windsor fica a cerca de 32 quilómetros do Estádio de Wembley, em Londres, e a uma hora de carro, o que significa que William estaria ausente dos festejos do casamento pelo menos duas horas se fosse a Londres entregar o troféu.