A «sextext» (carta com cariz sexual) que Ernest Hemingway escreveu à atriz alemã, Marlene Dietrich, em 1955, e que revela o amor vivido pelos dois naquela época, vai ser leiloada no site «AuctionMyStuff». As licitações terão o seu início no dia 19 de março e terminarão a 6 de abril.

Os netos de Dietrich pretendem vender alguns dos pertences da avó e para além da carta, vão leiloar também com um smoking e uma outra carta escrita pelo dramaturgo, Noel Coward.

Na sua carta, Hemingway reservou uma nota para descrever as filmagens de «O velho e o Mar» e mostrar a sua indignação com alguns dos atos de Dietrich num dos seus espetáculos, em Las Vegas.

«Se eu estivesse a dirigir (a peça), provavelmente faria algo original. Faria com que fosses alvejada, bêbeda, por um "Minnewerfer" (arma utilizada na primeira guerra mundial). Quando caísses no palco, bêbeda e nua, eu avançaria por trás, pela tua traseira, vestido com roupas de noite, e despir-me-ia delas para te tapar, revelando o físico de Burt Lancaster», escreveu Hemingway à sua amada.

As peças em leilão poderão alcançar um valor superior aos 36 mil euros, o que significa que as instruções, não atendidas, para que a mulher rasgasse a carta após a ler, irão agora valer a pena.