Pelo menos cinco pessoas não resistiram a uma enorme explosão junto a edifícios governamentais de Cabil, a capital do Afeganistão.

A Associated Press não consegue precisar o número de feridos levados para o hospital.

Segundo a BBC, o ataque deu-se precisamente quando os funcionários se preparavam para deixar o trabalho. Nesse momento, um carro artilhado de explosivos, rebentou.

O rebentamento provocou estragos nos ministérios da Justiça e das Minas (e também no Hotel Serena, que já tinha sofrido um ataque em 2014) e foi sentido a vários quilómetros de distância. 

Os Talibã reivindicaram o ataque pouco depois, num email enviado à comunicação social, ameaçando matar mais juízes e magistrados “escravos”, acrescenta a Reuters.

Este é o terceiro ataque a funcionários judiciais orquestrado em duas semanas.