A escola que desfilou no segundo dia do Grupo Especial do Rio, exibiu máscaras, carrancas e plumas para exaltar a cultura e alma africana. Neguinho, que comemora 40 anos à frente da escola, foi o responsável por treinar os 3.700 elementos da escola, distribuídos em 42 alas e sete carros.

«Sentimento é de dever cumprido», afirmou Neguinho.

No próximo sábado, a partir das 21:30 decorrerá o desfile das escolas vencedoras.