As famílias dos passageiros e tripulantes do voo MH370 vão começar a receber as certidões de óbito. É o primeiro passo para possíveis ações judiciais contra a companhia aérea, mas também uma machadada na esperança que muitos alimentam de que os seus familiares ainda estejam vivos.

Representantes do Governo da Malásia reuniram-se com familiares das vítimas, para discutir formas de avançar com apoio financeiro. Esse é outro ponto em que as certidões de óbito podem ser úteis: podem ser o ponto de partida para reclamar assistência financeira por parte de familiares em maiores dificuldades.

«Sabemos que é um momento doloroso para as famílias das pessoas a bordo . Entendemos a necessidade desesperada de informações por parte das famílias e por quem acompanha o caso em todo o mundo», reconheceu Hamzah Zainuddin, vice- ministro dos Negócios Estangeiros da Malásia.

As autoridades estão atualmente a varrer o fundo do mar, em busca de sinais de possíveis destroços no Oceano Índico. As buscas aéreas foram suspensaspor causa de um ciclone tropical.