O homem responsável pelo assassinato de dois agentes da polícia em Brooklyn, Nova Iorque, que acabou por se suicidar, terá apelado a que o seguissem na rede social Instagram momentos antes da emboscada ao carro-patrulha da polícia.

«Vejam o que vou fazer», escreveu.


A polícia está a investigar a atividade do atirador, identificado como Ismaaiyl Brinsley, de 28 anos, nas redes sociais. Pouco antes do ataque Brinsley publicou a fotografia de uma arma com uma mensagem alusiva a Eric Garner e Michael Brown, um adolescente negro desarmado e morto a tiro por um polícia branco em Ferguson, Missouri, em agosto.
 

«Hoje vou dar asas aos porcos. Eles tiraram 1 dos nossos...... Vamos tirar 2 deles #TiroNosPolícias #RIPErivGardner #RipMikeBrown". Este pode ser a minha publicação final. Vou colocar os porcos nos panos», lê-se.

De acordo com as autoridades, Brinsley vivia no estado da Geórgia, e no mesmo sábado em que matou os dois polícias e se suicidou, tinha alvejado e ferido sua namorada em Baltimore, antes de partir rumo a Nova Iorque.