O objeto que colidiu com um avião da British Airways, no dia 17 de abril, quando estava prestes a aterrar no aeroporto londrino de Heathrow, não era um ‘drone’, como se suspeitou que fosse, anunciou hoje o Governo britânico.

O piloto do Airbus A320 que transportava 132 passageiros e cinco tripulantes afirmou que o aparelho embateu com um ‘drone’ mas o ministro-adjunto dos transportes britânico, Patrick McLoughlin, disse que a investigação conclui que “não era um incidente com um ‘drone’.”

“Fizemos inquéritos preliminares mas a informação disponível sobre o tipo de objeto envolvido era insuficiente,” afirmou o porta-voz do Departamento de Investigação sobre Acidentes Aéreos (AAIB na sigla em inglês).